Sutra do Coração

 

O Sutra do Coração da Prajñaparamita

“O Coração da Perfeição da Sabedoria, a Mãe Abençoada”

Em sânscrito: Bhagavati Prajna Paramita Hridaya

Um dia, o Bem-Aventurado, que estava então em Rajgriha, no Pico do Abutre, acompanhado pela grande comunidade dos bodhisattvas, entrou na absorção meditativa denominada «Aparência do Profundo», que prescuta todos os fenómenos. Nesse momento, o sublime bodhisattva Avalokiteshvara, em estado de absorção na Perfeicão da Sabedoria, viu que a natureza dos cinco agregados era vazia de existência intrínseca.

Depois, inspirado por Buda, o venerável Shariputra perguntou ao grande ser, o bodhisattva Avalokiteshvara: «Como devem exercitar-se os nobres filhos e filhas que queiram devotar-se à prática da profunda Perfeição da Sabedoria devem ver assim: devem ver que mesmo a natureza dos cinco agregrados é vazia de existência intrínseca. A forma é o vazio, o vazio é a forma. O vazio nada é senão a forma, a forma nada é senão o vazio. Do mesmo modo, as sensações, as percepções, as formas mentais e a consciência são vazias. Assim Shariputra, todos os fenómenos são vacuidade. Não têm características, não têm origem, nem fim; não são puros, nem impuros. Não são perfeitos nem imperfeitos.

É por isso que, no seio da vacuidade, não há forma, sensação, percepção, formação mental e consciência. Não há olho, nem orelha, nem nariz, nem língua, nem corpo, nem espírito. Não há forma, nem som, nem odor, nem sabor, nem textura, nem objecto mental. Não há elementos inerentes à visão, ao ouvido, ao gosto, ao tacto, ao mental e à consciência mental. Não há ligações interdependentes, não há a sua extinção (desde a ignorância ao declínio e à morte). Do mesmo modo, não há sofrimento, nem origem do sofrimento, nem extinção do sofrimento, nem caminho. Não há sabedoria, nem realização, nem não-realização.

Assim Shariputra, uma vez que os bodhisattvas não têm algo a atingir, estes firmam-se na Perfeição da Sabedoria e nela permanecem. Com o espírito desprovido de qualquer véu, ficam impávidos, transcedem todos os pontos de vista errados e atingem definitivamente o nirvana. É com base na Perfeição da Sabedoria que todos os budas que residem no passado, no presente e no futuro atingem a Budeidade absoluta, a Iluminação perfeita e inexcedível.

Por isso, o mantra da Perfeição da Sabedoria, o mantra do grande conhecimento, o mantra inexcedível, o mantra igual ao inigualável, o mantra que alivia por completo todo o sofrimento, é o verdadeiro e não mente.

Eis, pois, o mantra da Perfeição da Sabedoria:

GATE GATE PARAGATE

PÂRÂSAMGATE BÔDHI SHÂHÂ

 

2 thoughts on “Sutra do Coração

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s